A importância da orientação no exercício físico

Hoje já sabemos que o exercício físico nos traz vários benefícios, sejam esses benefícios para saúde, qualidade de vida, para desempenho atlético e esportivo ou para objetivos estéticos. Por outro lado, a prática incorreta e sem orientação de atividade física, ao invés de ajudar pode atrapalhar.

È comum nos dias atuais vermos pessoas correndo nas ruas ou se exercitando em parques e praias sem orientação nenhuma, essas atividades são tentadoras, afinal são benéficas para a melhora de desempenho aeróbico e cardíaco, emagrecimento, fortalecimento e etc. Porém é comum também vermos muitas pessoas pararem pouco tempo depois por estarem desmotivadas, não conseguirem o resultado esperado ou se lecionarem. O exercício físico sem a orientação adequada pode gerar problemas, como lesões, exercício inadequado para o objetivo e/ou para o indivíduo, falta de motivação, podendo ir a problemas mais sérios, como doenças hormonais e fisiológicas.

A atividade física possui vários aspectos, como carga a ser empregada, quantidade de repetições, frequência semanal, equilíbrio muscular, relação de atividade física e descanso, nutrição, entre muitas outras, e todos esses aspecto precisam ser controlados, dessa forma, a atividade física sem orientação de profissionais que possam controlar tais aspectos pode ser prejudicial, por exemplo, uma pessoa que pretende emagrecer por motivos estéticos, se fizer uma atividade muito leve não terá resultados satisfatórios, por outro lado, se fizer muito pesado, corre o risco de lesão e de ter que interromper a atividade por um tempo.

Cada pessoa possui uma característica e uma necessidade fisiológica diferente, bem como objetivos diferentes, sendo assim, é necessária uma orientação específica e adequada para cada um, isso significa que é essencial a ajuda de profissionais especializados. Um profissional de Educação Física é totalmente preparado para te ajudar a chegar nesses objetivos, respeitando as características de cada um.

O profissional de educação física é capaz de avaliar sua forma física, e acompanhar a evolução, traçando a estratégia adequada para atingir seu objetivo de forma sólida, segura e saudável, através de planejamento e respeitando as limitações do indivíduo. A sociedade Brasileira de Medicina do Esporte em seu posicionamento defende também a pratica orientada de atividade física, já que um profissional especializado consegue adequar de forma segura a relação risco/benefício do exercício.

Vale lembrar também que um ex-atleta sem formação não é considerado um profissional especializado, pois sua experiência foi o que ele viveu, e cada pessoa responde à atividade física de forma diferente, sendo assim, se faz necessária a orientação de profissional que saiba adaptar a atividade sempre que necessária, ou mesmo mudar totalmente para chegar ao objetivo.

O exercício físico é a melhor forma para combater a doença do século que se chama sedentarismo, porém não faça exercícios sem orientação de um profissional de Educação Física devidamente preparado, a falta dessa orientação também pode ser prejudicial.

Referências:

Posicionamento Oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte, 1996;

Pucci et al; Associação entre atividade física e qualidade de vida em adultos; Revista de Saúde Pública; 2011

Guedes et al; atividade física, aptidão física e saúde; Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde; 2012

Nenhum comentário.

Deixe um comentário